noite

Pequenas tolices

tumblr_lzcyzngldp1qicayuo1_500

Ás 2h02 da manhã, em meio a músicas inacabadas, um quarto lotado de revistas e a luz fraca do celular iluminando o caderno do semestre passado, é que começo 2013. Sem as ilusões passadas e mais uma vez com um caderno velho, vou falando minhas conversas loucas, que só ele conhece.

Para falar a verdade, essa cena se repete basicamente todos os anos, porém com outras perspectivas. Costumo iniciar a nova jornada anual escrevendo em folhas restantes de cadernos usados, com canetas que encontro jogadas pela casa e com a luz do quarto apagada para fingir que já no meio da madrugada, estou em sono profundo. Após um ou dois meses deixo a conversa fiada de lado, esqueço dela por um tempo até revirar o caderno novamente e encontrar aquelas palavras que me fazem sentir ligeiramente louca. Depois de reler, jogo tudo fora e não escrevo mais… Até que um novo ano se inicie.

Dessa vez pretendo levar minhas manias tolas um pouco mais a sério, afinal o que me resta depois é só rir de mim mesma. Papel, caneta e luz fraca do celular me ajudam a escrever esse diário cheio de coisas sem sentido. Mas para que me preocupar se há sentido ou não? A vida não é certa e objetiva o tempo todo. Nem completamente louca e despretensiosa. Porque então eu deveria ser? Uma coisa de cada vez? Não! Quero tudo ao mesmo tempo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s