Guitarra · Música · Romance · Semana

Orgulho e preconceito, solos de guitarra e sorriso no rosto!

tumblr_m65uflv5uG1rz25bvo1_500

Ao som de Guns n’ Roses vou levando a segunda-feira, com o mesmo cansaço que tinha na sexta e do qual não consegui me livrar ainda. Com um final de semana cheio, acordei hoje rezando para que ainda fosse domingo, mas infelizmente não era.

Tenho, e todos têm, que levar esses próximos 4 dias da semana com um belo de um sorriso no rosto, afinal não dá pra ficar com cara emburrada o tempo todo. E como não gosto de estar triste, com cara de “morta” ou de ver outras pessoas assim, vou fazendo minha parte durante todo o dia com os meus “Bom dia!”, “Boa tarde!” e “Olá, tudo bem?” nos quatro cantos do trabalho.

Neste final de semana a única coisa que me fez descansar um pouco, além de dormir, foi deitar na cama e assistir a um filme, qualquer um que estivesse começando. Acabei assistindo o “Clube da leitura”, lá fiquei com uma vontade imensa de assistir Orgulho e Preconceito de novo ( já assisti umas 6 ou 7 vezes), ler o livro e todos os outros de Jane Austen. Elizabeth Bennet e Senhor Darcy são um dos meus casais favoritos por isso os outros romances de Austen não devem ser difíceis de me fazer apaixonar. Foi a única hora do dia em que não senti preguiça e vontade de dormir.

tumblr_m6o3a7o5iy1rp6di5o1_500

Hoje, apesar de todos os desencontros que tenho por aqui – quem me conhece sabe quais são – não deixo de pegar o fone de ouvido, me desligar do mundo e fazer meu trabalho. Sim, eu consigo fazer meu trabalho ouvindo música, consigo fazer tudo ouvindo música. Agora estou ouvindo um belo solo de guitarra e sabe, isso me inspira. Um dia terei uma guitarra para mim, eu já falei isso, mas repito. Violão é ótimo, lindo e tudo de bom, mas a guitarra dá um “tchan” a mais. Que “tchan” é esse não dá muito bem pra explicar, só sentindo. E olha: Ele faz toda a diferença em uma segunda-feira.

Agora é hora deixar a dor de cabeça pra lá, trabalhar, deixar que o destino se responsabilize pelos encontros, ou não; ir em uma livraria comprar logo esse livro e buscar ouvir solos de guitarra todos os dias da semana. Com tudo isso, os sorrisos com certeza serão ainda mais verdadeiros, a cara de emburrada some completamente e a semana passa muito mais rápido!

darcy

Anúncios

Um comentário em “Orgulho e preconceito, solos de guitarra e sorriso no rosto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s