Caixa de contos

Na estrada {Caixa de contos}


tumblr_lttm8eAe4k1qejm4fo1_500_large

 

Ela guiava sua bicicleta com a liberdade de quem lidera seus próprios caminhos e escolhe seu próprio destino. Ela se orgulha de se equilibrar em apenas duas rodas e fazer no seu tempo tudo o que tem vontade, tudo que ela sentia necessidade.

Ana deixou seu celular e tudo que a havia distraído de quem ela realmente era, jogado em cima da cama. Secou as lágrimas antes de sair de casa e deixou-as jogadas no meio da confusão de emoções que sentia. Só levou consigo o que era útil e o que era verdadeiro.

Saiu com ferocidade de quem luta e busca desesperadamente se conhecer. Não que ela já não se conheça, só havia feito uma curva inesperada no meio do caminho e precisava voltar para olhar novamente as placas que tinha deixado passar. Havia deixado passar por distração, por causa da ilusão de uma realidade inventada. Ana precisa se reencontrar.

Sentiu o vento bater forte contra seus cabelos e de alguma forma ele lhe confortava a pele. Sentiu o cheiro das árvores e foi gradativamente enxergando uma singela esperança. Olhou para as ruas, árvores, casas e já começava a se reconhecer na estrada.

Continuou por um caminho por sem fim, se sentiu cada vez mais segura, levantou os braços e, enfim, se deixou levar. Só parou no final de uma rua, quando já no meio da noite, conseguiu se recuperar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s