Amor · Caixa de contos

Eu, você e o tempo {Caixa de contos}

mar

Não compartilhamos o mesmo período de tempo. Estamos sempre separados pela relatividade do presente. Nada é presente e nada está presente na realidade de não te ter por perto. Um oceano nos separa e eu nunca vi águas tão escuras quanto essas. A maré é forte, mas as ondas nunca ousam tocar em mim, elas devem achar que só com isso eu poderia ficar mais perto de você.

Cheguei à conclusão de que não existe o agora. Eu estarei sempre seis horas no passado, enquanto você vive sua vida no futuro. Eu vou dormir enquanto você acaba de acordar. Eu passo frio enquanto você se abana no calor. Eu estarei presa a 2014 enquanto você já verá 2015 claramente.

Em meio às horas perdemos a noção do tempo e seguimos em conversas que nunca têm conclusão – e elas nem precisam ter – Vivemos na relatividade do presente e na ausência do nosso agora. Só nos damos um tchau, um boa noite e um até amanhã. Quem sabe um dia o passado e o futuro se mesclem e todo o nosso tempo passe a ser um só?

Um tchau e mergulho nas águas calmas do meu sono.

Boa noite, até amanhã.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s