Amor · Caixa de contos

E é por isso que eu digo sim!

Foto: Howheasked - Pinterest
Foto: Howheasked – Pinterest

Ele me olhou como nunca havia sido olhada e meus olhos pararam ali, naquele misto de empolgação e seriedade que os olhos dele me traziam. Ele pegou minhas mãos e levemente acariciou meus braços até chegar em minha nuca. Ele me tirou de mim com um beijo, sorriu e naquele momento me apaixonei.

É tão simples e tão amedrontador que um sentimento tão forte nasça em tão curto espaço de tempo. Eu olhei os detalhes de seus olhos pequenos, sorri, o beijei e naquele momento me entreguei.

Tantas pessoas passam pela nossa vida e acabou que fui eu e você, juntos, sozinhos no meio da rua ainda que muitas pessoas passavam atrás. Tantas pessoas tentaram me moldar e você continuou rindo das minhas loucuras impulsivas e animando os meus dramas.

Ele me disse que é impossível saber onde vamos chegar sem que a gente se disponha a tentar. E eu tentei. E nós tentamos. Até que não precisamos mais. Aprendemos a amar um ao outro. E em todos os defeitos que encontrei nele, não pude deixar de gostar de um. A sua teimosia em odiar o que eu amo. O jeito de se preocupar demais com todas as coisas – até aquelas que não importam – me fizeram te admirar um pouco mais.

As nossas brigas nunca foram fáceis. Ele já me deixou, mas quando voltou prometeu nunca mais me deixar. E em todos os dias que estive com ele eu pude dizer que fui feliz.

Por tudo isso que vivemos juntos e por todas as loucuras que foram ditas, eu continuo aqui, mesmo que ele não goste de andar de mãos dadas. Eu continuo aqui para acariciar seu cabelo quando a noite a chegar e para dar-lhe bom dia quando o sol resolver acordar.

Por isso tudo eu continuo dizendo que o amo da maneira mais sonora possível desde que olhei para os seus olhos pela primeira vez. Por isso tudo é que minhas lágrimas alegremente caem. Ele sempre soube como me impressionar. E me surpreender, mesmo quando eu já espero ser surpreendida. E me envolve novamente. E me prende em seu sorriso enquanto ele se agacha aos meus pés.

E em meio a palavras belas, eu pouco me importo com o conteúdo da caixa preta em suas mãos. O que há para me importar? Ele me pergunta, mas meus ouvidos já nem escutam mais. Eu só sei – e só me importo -que ele teve o meu sim. E que sim, ele é meu. E que sim, para sempre serei sua.

“Esse texto foi inspirado na música ‘Yes’ da Demi Lovato”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s