Comportamento · Crônicas

Presentes atrasados

Nessa semana te dou parabéns com desejos internos guardados. Desejos que guardo e expresso em forma de tinta. E te desejo. Desejo o melhor e o sucesso, te desejo mais manteigas no canto de seu sorriso, mais cabelos bagunçados de tanto passar tempo no vento da praia.

Te desejo mais músicas ao pé da cama e coisas que ama. Menos séries com fundos datados de risada e nem tão bem humoradas.

Eu te desejo.

A mim, desejo o lado do seu peito para minha cabeça descansar. Desejo todos os dias contentes, sol nascente, estrelas a brilhar. Desejo-me sorrisos sinceros, potes de maionese e algumas bolachas para ajudar.

Aqui eu me desejo séries de todos os tipos, outras mil listas de indicações e mais acordes de violão para aprender a tocar. Desejo-me duas tatuagens no corpo, três livros publicados e mais algumas histórias para contar.

Aqui eu me desejo você.

Te desejo não embrulhado, presente amassado e mesmo com defeito sei que não vou querer retornar. E desejo que ainda que não seja agora, e ainda que demore, sejamos presentes atrasados. Pois mesmo depois de parabenizados, presentes são sempre muito bem estimados.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s