Amor · Livro · Romance

É só mais uma história de amor [Primeiro capítulo – Parte 1]

“Tenho que ir embora”

“Não vai, dorme aqui comigo”

ELE

O alarme tocou às 9hs da manhã. Miguel colocou as mãos sob os olhos, esfregou-os com força e mexeu em seu cabelo curto e um pouco enrolado. Bocejando, ele virou para o lado e fechou os olhos novamente.

Seu quarto era escuro, mas naquela segunda-feira do mês de agosto, havia uma brecha de luz pairando exatamente na direção de seus olhos. Após alguns segundos, ele desistiu de dormir e olhou atentamente para o raio de sol que batia pela sua janela.

  • Porra! Não posso dormir nem meia hora mais. Deixa eu te falar, não é à toa que eu coloco esse relógio para despertar mais cedo não. É pelo prazer de quebrar as regras e voltar a dormir. – disse como se houvesse alguém dentro de seu quarto que teria aberto a janela. Era uma súplica abafada para que alguém fechasse a cortina, impedindo que a luz entrasse.

Aos 28 anos, Miguel tinha uma vida tranquila no Rio de Janeiro. O seu trabalho como fotógrafo permitia que ele fizesse sua própria rotina, sem precisar ficar indo e vindo de escritórios a todo instante. Ele tinha acabado de voltar de uma viagem ao nordeste do Brasil para uma série de fotos que havia criado e pensado há um pouco mais de um ano. Agora, ele estava trabalhando em editar as imagens e ficava  quase que o dia inteiro dentro de casa.

Ele é do tipo de pessoa que vive de modo despretensioso. Como morava sozinho, ele fazia tudo o que queria na hora que bem quisesse. Minutos após acordar, ele tem a mania de ligar o rádio no quarto de seu apartamento que faz de escritório e ir tomar banho.

Uma vez por semana, quando está em casa, ele sai para caminhar pela orla da Praia com um cigarro na boca – sua única contradição ao estilo natural de vida – e cantarolava em voz baixa as músicas nacionais de sua adolescência em um momento de nostalgia semanal.

Miguel se levantou e alcançou o controle remoto. Colocou no jornal local, vestiu sua camiseta branca, cobrindo a tatuagem que tem no ombro e foi até a cozinha. Lá ele pegou seu café da manhã – que geralmente é acompanhado de café bem forte, pão francês e manteiga – e voltou para ver as notícias.

Continua…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s