Escrever · Livro

É só mais uma história de amor [Primeiro capítulo – Parte 2]

ELA

15209120_1381389655213884_736602903_n
Imagem: Pinterest

Era verão no Rio de Janeiro e ela embarcava na cidade pela primeira vez. O Rio 40 graus nunca fez tanto sentido para a moça dos cabelos enrolados e pele morena. Sofia sabia muito bem que teria que usar e abusar dos filtros solares, mas não estava se importando muito com o calor que estava por sentir nos próximos 21 dias.

– Sô! – gritou Ana no fundo do terminal rodoviário.

Sofia se virou para olhar e antes que pudesse se preparar para virar a mala, Ana já estava pegando as coisas por ela.

– Ana, que saudade! – As duas se abraçaram enquanto Ana já segurava sua mala e Sofia carregava a bolsa com seus documentos e com a blusa que havia acabado de tirar antes de descer do ônibus.

– Finalmente cheguei aqui. Nem acredito que já começaram as minhas férias. Por um instante achei que não iria conseguir sair daquele escritório.

– Ai Sô. Você tem que arrumar outro emprego, já falei para você. Deixa São Paulo e vem ficar aqui comigo. Pelo menos se ficar trancada em um escritório o dia inteiro, a noite você dá um mergulho no mar para jogar o estresse do dia fora.

Sofia deu risada.

– Adoraria! Mas você sabe que São Paulo é minha casa. Não consigo sair daquele cantinho não. Agora quanto ao emprego eu tenho que concordar com você, não rola continuar mais um ano lá. É muito desgastante! Quero trabalhar viajando. Nem é pedir demais, né?

– Claro! Imagina! Não duvido que vou te ver fazendo isso daqui pouco tempo – disse Ana, rindo enquanto chamava o táxi do lado de fora. – Menina, preciso te contar um monte de coisa! Lembra do Caio? Ele passou lá em casa esse último final de semana e está querendo conversar para voltar as coisas como eram antes.

– Ai ai ai ai. Eu já vi essa história antes e você sabe que eu nunca fui com a cara desse homem, mesmo sem nunca ter parado para conhecer ele.

– Sim, eu sei. Eu vou deixar ele ir e falar o que tiver que falar, mas não pretendo ficar com ele. Só quero esclarecer as coisas e colocar um ponto final de vez.

Já dentro do táxi, as duas ficaram em silêncio até se arrumarem nos bancos. Ana passou o endereço de seu apartamento em na Barra e Sofia continuou a conversa.

– Ótimo! Você está precisando conhecer gente nova. Esse já está até com cheiro de estragado. – disse rindo – Enquanto você se livra dele, eu vou tentar curtir esses dias no Rio sossegada, sem ninguém na minha cola.

– Comigo na sua cola, né? Depois de todo esse tempo separadas você não pense que vai se ver livre de mim.

As duas chegaram no apartamento da Ana em 40 minutos, entraram e Sofia logo esqueceu suas coisas jogadas na sala para deitar na rede da varanda. Admirando a paisagem da cidade, ela pegou no sono enquanto Ana falava ao fundo de sua primeira impressão do novo apartamento quando tinha chegado.

*** Continua. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s