Caixa de contos

No grito do silêncio

Foto: Pinterest

O silêncio perturba os meus ouvidos.

Dias e noites calmas que gritam forte, sem parar, em minha mente.

É um som estridente que eu gostaria de cessar.

 

Cessaria eu os pensamentos e as dúvidas que carrego por ser quem eu sou.

Carrego os dias e os acontecimentos de um futuro que ainda não chegou.

Carrego tão… Somente gostaria de saber onde estou.

“Como sou? Alguém pode me dizer?”

Gostaria de me livrar da aflição,

Gostaria de não querer nem saber.

 

Sou pegada deixando rastros.

Somos eventos sem explicação.

Somos a certeza de uma criança.

“Alguém, por favor, me dê a mão”.

 

Com interrogações, eu caminho.

E a leiteira na cozinha teima em não apitar.

O silêncio continua a perturbar meus ouvidos.

“Coloquem uma música. Alguém?

Preciso me acalmar”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s